• 18 Nov 2020

Brasileiros já podem viajar para 14 países da Europa. Confira as regras de cada um!

Ao todo, 15 nações europeias estão recebendo viajantes vindos do Brasil

Por: Melhores Destinos


Fonte: Melhores Destinos


Nós, brasileiros, não estamos proibidos de entrar na Europa, a restrição é para os brasileiros residentes que embarcam a partir do Brasil, onde a pandemia continua em alta. Mas acredite, dos 50 países do Velho Continente 14 já recebem brasileiros vindos do Brasil, é claro que com algumas restrições e exigências. Descubra quais são estes países e como viajar para lá.

Viagem para países da União Europeia

A União Europeia é formada atualmente por 27 países membros depois da saída do Reino Unido. Em 25 de junho, a Comissão Europeia adotou uma proposta de recomendação aos integrantes sobre o processo de levantamento gradual das viagens dentro e fora do Bloco.

Em 1 de julho a maioria dos países retomou os voos e as conexões aéreas. Foi recomendado que apenas residentes de 13 países pudessem entrar na União Europeia livremente: Austrália, Canadá, Geórgia, Japão, Nova Zelândia, Ruanda, Coreia do Sul, Tailândia, Tunísia, Uruguai e China.

Novembro Black: compre 25 tipos de Moedas Estrangeiras com devolução de 70% do IOF durante todo o mês de novembro! 

Com a grave crise de Covid o Brasil ficou fora da lista e sem previsão de normalização. Mas vale ressaltar que a restrição não é contra o portador de passaporte brasileiro, e sim contra aqueles que residem somente no Brasil e embarcam do Brasil. Pois brasileiros que vivem num dos países listados acima ou dentro do Bloco podem viajar tranquilamente pela Europa.

Também está liberada a entrada de brasileiros com cidadania europeia, residentes na Europa, profissionais de setores essenciais, diplomatas, etc.

Entre os 27 países membros apenas três retiraram todas as restrições contra os turistas brasileiros, são eles:


Croácia

Desde 1º de julho a Croácia reabriu para turistas de todas as nacionalidades. Estrangeiros podem viajar para a Croácia, desde que apresentem uma razão válida para visitar o país, que poder ser tanto a negócios quanto a turismo. Neste último caso, será exigido a comprovação de reserva de hotel para o período de estadia. Apesar disso, a Croácia faz parte da União Europeia, que tecnicamente não está aceitando passageiros vindos do Brasil. A aceitação do seu embarque ficará a critério do entendimento da companhia aérea. Consulte-os antes de viajar.

Exigências: Reserva de hotel e preenchimento do formulário EnterCroatia. Passageiros provenientes do Brasil precisam apresentar teste negativo para Covid-19 emitido em até 48 horas ou submeter-se à quarentena de 14 dias, caso não possuam o exame.


Eslovênia

A Eslovênia reabriu suas fronteiras para viajantes internacionais em julho.

Exigências: Brasileiros devem se submeter a uma quarentena de 14 dias.


Leia também:

Qual a diferença entre dólar comercial e dólar turismo?

Argentina libera Buenos Aires para turistas de países do entorno

Voos para o México aumentam com a melhora na percepção de segurança


Irlanda

A Irlanda não fechou as fronteiras, mas exige que todos os passageiros recém-chegados sejam encaminhados para quarentena domiciliar por 14 dias.

Exigências: Quarentena obrigatória.


Conexões na União Europeia durante a pandemia

Não há voos diretos do Brasil para Croácia, Eslovênia e Irlanda, mas as companhias aéreas Lufthansa, Swiss, KLM e Air France estão autorizando o embarque dos brasileiros em seus voos com destino a esses quatro países, mesmo com conexão em países bloqueados – Alemanha, Suíça, Holanda e França, respectivamente. Como exemplo, se o seu voo é com a KLM você fará conexão e imigração em Amsterdã e poderá depois seguir para o seu destino final dentro da União Europeia.

No site da Air France e da KLM é muito fácil descobrir quais os requerimentos exigidos e restrições no país de destino. Você deve colocar os aeroportos de saída e de chegada e a origem de seu passaporte.

Segundo a assessoria da Lufthansa e Swiss, o trânsito na Alemanha e Suíça são possíveis sempre que o país de destino aceite entrada de brasileiros. Muito importante lembrar que somente um ponto de trânsito no espaço Shengen é permitido. As empresas destacaram ainda que não são as companhias aéreas que determinam as regras de entrada, mas os respectivos países.

Já de acordo com a TAP, os brasileiros não conseguem passar pela imigração em Portugal se não estiverem enquadrados nos requisitos atuais imigratórios portugueses, mesmo que estejam viajando para um país da União Europeia onde à autorização de entrada.  Veja os detalhes de quem pode hoje entrar em Portugal.

Atenção: é importante verificar as regras de cada país, que são sujeitas a mudanças a qualquer momento dependendo da situação da pandemia. Você pode acessar o site da IATA para ter informações mais detalhadas sobre a circulação na Europa. Para isto basta inserir a nacionalidade do passageiros (uma ou mais) , destino final e país de trânsito/conexão.

Seguindo viagem pela Europa

Depois de 14 dias na Croácia você poderá ingressar na Itália ou na Bulgária sem problemas e, consequentemente, também viajar para outros países do Bloco – é preciso checar as regras de cada país. Se for passar pela Eslovênia terá que fazer teste PCR de Covid, já para a Hungria a fronteira está fechada.

Vale destacar que Portugal é o único país do bloco que exige teste PCR de Covid para todos os passageiros embarcados no Brasil, menos os em trânsito. A Europa hoje vive uma nova onda de contaminação do novo coronavírus e alguns países estão tomando novas medidas restritivas. Até a circulação livre entre os países membros foi afetada e já não é possível viajar internamente para todos os países da comunidade europeia.

Outros países da Europa

Fora do Bloco encontram-se 23 países e a lista de abertura para os brasileiros viajarem é maior, são eles: Albânia, Andorra, Bósnia e Herzegovina, Kosovo, Macedônia do Norte, Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte), Sérvia e Turquia.

A maioria deles tem pequenas restrições ou exigências, como o teste negativo PCR para Covid-19. A grande exceção é o Reino Unido e Andorra que obrigam uma quarentena de 14 dias. É caro e frustrante ficar duas semanas preso num quarto de hotel de Londres, mas após a quarentena você poderá viajar para outros países europeus.

Entre os países listados abaixo somente há voos diretos do Brasil partindo para o Reino Unido ou Turquia. Caso viaje para outro destino listado abaixo a conexão está liberada em todos os aeroportos europeus.


Albânia

Todas as restrições de entrada na Albânia foram suspensas em 1º de julho, permanecendo as regras pré-pandemia. Brasileiros podem viajar para a Albânia como turistas, sem visto.

Exigências: Uso de máscaras em locais públicos.


Andorra

Andorra reabriu as fronteiras para todos os países, com diferentes critérios de entrada. Apenas viajantes europeus poderão entrar sem fazer quarentena. Todos os demais devem submeter-se a um isolamento de 15 dias.

Exigências: Quarentena obrigatória de 15 dias para cidadãos não-europeus.


Bósnia e Herzegovina

O país dos balcãs reabriu em 12 de setembro para todos os países, sob as condições normais de visto pré-pandemia. Brasileiros não precisam de visto para visitar a Bósnia e Herzegovina por até 90 dias.

Exigências: Teste PCR negativo para Covid-19 emitido em até 48h antes da chegada.


Kosovo

O pequeno país dos Balcãs está aberto para visitantes estrangeiros sem restrições, embora seja recomendável apresentar um teste negativo para Covid-19 emitido até quatro dias antes da chegada. O Aeroporto Internacional de Pristina solicita aos passageiros que estejam acompanhados de apenas uma pessoa para evitar aglomerações.

Exigências: Teste negativo de Covid-19 (recomendação)

Macedônia do Norte

Não há restrições de entrada para a Macedônia do Norte, país europeu anteriormente conhecido apenas como Macedônia. Grupos com mais de duas pessoas não são permitidos em espaços públicos fechados, exceto menores de 14 anos acompanhados dos pais.

Exigências: Teste PCR negativo de Covid-19 emitido em até 72h antes da chegadReino Unido

A entrada de brasileiros no Reino Unido é permitida, embora seja necessário passar por uma quarentena obrigatória de 14 dias. Quem não cumprir a regra pode pagar multa de até £ 1 mil (aproximadamente R$ 6.500). Caso seu voo parta de algum dos países do travel corridor, o isolamento pode não ser requisitado.

Exigências: Quarentena obrigatória.


Sérvia

Desde 22 de maio a Sérvia suspendeu todas as restrições de entrada no país para estrangeiros, sem a necessidade de testes ou quarentena. Brasileiros podem viajar para a Sérvia como turistas, sem visto.

Exigências: Uso de máscara obrigatório em lugares públicos.


Turquia

A Turquia revogou todas as restrições de entrada desde 12 de junho, permitindo  que turistas estrangeiros possam visitar o país. Oficialmente, o país está aberto para visitantes de todos as nacionalidades, desde que preencham os requisitos usuais de imigração e os voos diretos de São Paulo a Istambul com a Turkish foram retomados na semana passada. Brasileiros podem viajar sem visto para a Turquia para visitar lugares como Istambul ou a Capadócia.

Exigências: Passageiros sujeitos a verificação de temperatura na chegada.


Realize Remessas Internacionais com taxa zero na primeira operação e compra de Moedas Estrangeiras com devolução de 70% do IOF no Novembro Black da Exchange. Clique aqui e aproveite! 

Fonte: https://www.melhoresdestinos.com.br/brasileiros-viajar-europa.html